Maracaçumé emitiu um novo decreto na última quinta-feira (18) com medidas mais drásticas para conter o avanço da covid-19 no município. Umas das primeiras medidas adotadas pela prefeitura foi isolamento da prainha do Rio Maracaçumé: um ponto de encontro onde aglomerava centenas de pessoas nos finais de semana.

Outra medida adotada para que o decreto não ficasse apenas no papel foi a fiscalização realizada pela guarda municipal, polícia militar e vigilância sanitária neste sábado (20) para verificar se os bares estavam cumprindo a determinava do decreto 006/2021 onde diz que bares e restaurantes poderão funcionar até as 20hs.

A força de segurança fez a ronda e encontrou vários bares em funcionamento. Todos foram notificados sobre o decreto. A reincidência poderá gera multa e até fechamento do estabelecimento.

O chefe de segurança do município, Cabo Sidney, disse que a união das forças garantiu o sucesso da operação: “O resultado de um amplo esforço envolvendo as forças de segurança do nosso município, a sensibilidade do corpo administrativo com situação crítica que atravessamos e a boa vontade do nosso gestor em não medir esforços para o bem-estar de seus munícipes garantiu uma noite de paz sem circulação de pessoas na cidade” disse.