O mundo, de repente, amanheceu paralisado por conta de um vírus. Porém, não podemos entrar em desespero e achar que é o fim. Fique tranquilo que tudo isso vai passar. 

Precisamos, no entanto, continuar tomando todas as medidas que a Organização Mundial da Saúde orienta que é fazer o isolamento social para evitar que o vírus contamine uma grande parcela da população. O nosso sistema de saúde não suporta um número tão grande ao mesmo tempo de doentes.  

As medidas adotadas, até agora, têm o objetivo de evitar mortes dos mais vulneráveis (idosos) e pessoas com imunidade frágil. Todos nós podemos contribuir com medidas simples como lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel ao sair de casa e evitar ao máximo aglomeramento.  

Lembrando que os serviços essenciais precisam serem mantidos para que o Brasil não pare e haja um desabastecimento. Todo nós, de mãos dadas, vamos superar essa crise e voltar a vida normal. 

Portanto, Maracaçumé fique em casa! 

TIO GAL