Boato em um grupo de Whatsapp, fez com que um mecânico de uma oficina no município de Itaituba no estado do Pará, assassinasse o seu patrão, o maranhense Josean da Silva Abreu, de 45 anos, natural de Santa Inês.

O crime aconteceu nas dependências da Auto Elétrica Novopel, de propriedade da vítima. O mecânico identificado apenas como “cuiabano” chegou ao local armado com uma espingarda e revoltado disparou duas vezes contra seu patrão, sendo que um tiro atingiu a cabeça e o outro no peito.

De acordo com a polícia, “Cuiabano”, relatou que cometeu o crime para defender a sua honra. Já que seu patrão espalhava em grupo de Whatsapp de que haveria um “mecânico gay” na cidade e que esse mecânico seria o Cuiabano.

Fato que fez com que o mesmo perdesse a cabeça e assassinasse seu patrão.
Logo após cometer o crime, Cuiabano teria deixado o local. Josean da Silva Abreu já estava na cidade há bastante tempo. Em 2016, foi candidato a vereador em Itaituba, pelo PPL, mas não conseguiu se eleger.