Com atuação que cabe destaque em Santa Luzia do Paruá e em várias cidades da região do Alto Turi, o assessor jurídico da Câmara de Santa Luzia do Paruá e procurador do município de Junco do Maranhão aceitou o desafio de rechaçar através de argumentos sólidos a denúncia processual impetrada pelo Ministério Público Eleitoral que em resumo, considerou irregular a chegada ao cargo de 10 dos 11 vereadores luzienses e recorreu da decisão em primeira instância.

Com a palavra, dr. Thiago Panda não escondeu sua satisfação diante das inúmeras referências jurídicas ali presentes e durante o tempo determinado, convenceu os magistrados a ignorar a argumentação elaborada pelo MPE na ação recorrida, o que anteriormente já havia ocorrido na primeira instância após a ação ter sido julgada improcedente pelo juiz Rodrigo Costa Nina.

O colegiado ao findar do julgamento e após oficializada a decisão unanime, fez questão de ressaltar a índole e a trajetória positiva do juiz Rodrigo Costa Nina (Titular da Comarca de Santa Luzia do Paruá), como também sua contribuição incentivando jovens a se enveredar positivamente pelo mundo do "Direito".

Via Blog A Cidade de Verdade