Em uma solenidade tímida que reuniu pouquíssimos aliados na tarde desta quarta-feira (4) em Brasília, e contou com a presença do ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira, o senador Roberto Rocha se filiou ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) seis anos após ter mudado para o Partido Socialista Brasileiro (PSB), legenda na qual foi eleito em 2014.

A pretensão de Rocha a partir de agora é clara: disputar o governo do Maranhão pelo novo partido em 2018. Lembrando que antes de se eleger senador, Roberto pretendia concorrer à Prefeitura de São Luís, mas acabou se tornando vice-prefeito quando compôs a chapa de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) em 2012 quando ainda era aliado da situação vindo a ser o candidato ao Senado apoiado por Flávio Dino. Depois de eleito senador, a aliança foi rompida.


Agora com a saída de Rocha do PSDB resta saber se os demais tucanos vão também debandar da base governista.