Durante cerimônia de entrega das máquinas niveladoras que serão usadas para reforçar as ações de infraestrutura no interior do estado, realizada na manhã desta quinta-feira (19), pelo Governo do Estado do Maranhão, prefeitos de várias cidades destacaram a posição do governador Flávio Dino em dispor de políticas voltadas para os municípios do estado.

A distribuição integra as ações do Programa Caminhos da Produção e ao todo serão distribuídas 90 motoniveladoras até novembro deste ano. “Estamos melhorando a infraestrutura que é fundamental para que haja mais investimentos no Maranhão”, afirmou o governador Flávio Dino, em entrevista à imprensa loca, na saída do Palácio De La Roque.

“Sobretudo ter esse foco nas áreas de produção agrícola, agropecuária, para que a gente gere mais renda no nosso estado. Só é possível vivermos com mais dignidade se nós ampliarmos as alternativas econômicas para o povo e a grande vocação maranhense, e do brasileiro, esta na dinamização da produção rural”, enfatizou Flávio Dino


A prefeita de Bernardo do Mearim, Eudina Costa, destacou a importância das máquinas em seu município. “Mais de 50% do nosso município tem estradas vicinais, e essa máquina vai ajuda muito”. Já para  o prefeito de São Bento, Luizinho Barros, a entrega representa um grande benefício, que muitos podem achar pouco. “As estradas estão quebradas, essa noveladora vai melhorar o trânsito na zona rual. Os prefeitos podem fazer patrulha e melhorar as estradas. O Governo tem pensados nos mínimos detalhes para melhorar a situação das pessoas mais pobres”, destacou Barros.

O presidente da Famem, Cleomar Tema, falou também sobre o Porgrama do Caminhos da Produção que está beneficiando hoje 18 municípios com a entrega das motoniveladoras. “É uma importante parceria que o governo vem mantendo em todas as áreas. É uma ajuda especial nesse momento de crise. Grande parte da nossa população mora no campo e precisa de melhorias nas estradas vicinais”, declarou.

Só em Itinga do Maranhão, mais de 30 vilas serão beneficiadas. “O governador tem frisado que as máquinas são do povo. Itinga é uma cidade que tem 3548 mil km de estradas vicinais. Vamos poder atender 30 vilas, que são de assentados do Incra, para que a gente possa ter nosso escoamento de produção, arroz, soja, milho. Há uma dificuldade para a produção com uma estrada deficitária”, contabilizou Lúcio Flávio.


Além das máquinas, o Governo do Estado também firmou convênio com os municípios para o abastecimento destas e garantir que não fiquem paradas por falta de recursos.