Neste primeiro dia de outubro fui abordado por um grupo de coordenadoras e professores no meio da rua realizando uma campanha que eu achei sensacional: MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO “TODOS PELA EDUCAÇÃO”.

Sim, ainda existe esperança para a educação, desde que ações como a que está sendo realizada sejam constantes no município e, porque não dizer, no Brasil.

A campanha visa trazer os país para dentro da sala de aula e também motivá-los a participar ativamente da vida acadêmica dos alunos em todos os processos da educação.

Existe uma grande distância do ensino público e o ensino privado, e um dos fatores que fazem a privada ser melhor, em comparação a pública, é a participação da família no processo ensino aprendizagem.

A secretária de educação de Maracaçumé está de parabéns por esta iniciativa que trará benefícios ao município. Está provado (por pesquisas) que os país na escola fazem uma grande diferença na qualidade do ensino. Tantos os alunos se interessam mais, como os professores são forçados a melhorar a qualidade do ensino porque os país cobram resultados.

Educação é isso: é sair da acomodação, ou seja, das quatro paredes da sala de aula e ir ao encontro do que os estudantes estão precisando. O que estamos precisando para hoje – sem sobra de dúvida – é a uma participação mais ativa da família junto com os profissionais que a fazem a educação de Maracaçumé.


Mais uma vez, parabéns a todos que elaboraram o projeto!