Eu teria todos os motivos para chorar, espernear e lamentar pela vida que me foi imposta pelo destino, mas mesmo tendo direito, isso não faço. Sabe por quê? Porque aprendi que devemos passar por cima dos problemas e sorrir “da cara dele” constantemente!