Os cientistas do mundo inteiro fizeram de tudo para encontrar uma vacina para exterminar da fase da terra - o fuxico - mas, infelizmente não acharam nada para pôr um ponto final a este malfazejo.

O mundo inteiro está contaminado por este mal, e o que mais impressiona os pesquisadores é que quanto menor o lugar ou cidade - maior o risco de contrair essa moléstia ou ser vítima dela... Sendo que pior do que contrair o vírus, e ser vitima do agente transmissor que agem sem dó e compaixão quando ataca.

O grande órgão responsável por disseminar isso tudo se chama língua! Isso mesmo... Esse pequeno pedaço de nervo tem um poder destruidor quando solta. É capaz de fazer estragos inimagináveis pela mente humana.

Os venenos que ela solta não mata na hora, mas age aos poucos no silêncio do tempo... Abrindo feridas onde não havia, desfazendo enlaçar, criando indiferença onde imperava a paz e etc.

Se por acaso você vê em alguém a seguinte síndrome - bisbilhotice sobre a vida alheia - que caracteriza uma pessoa contaminada... Saia correndo e se esconda de tal pessoa, pois você está correndo grande perigo de humilhação pública.

Mais caso você não queira se afastar dessas pessoas, significa que contaminado você está, ou seja, mais um para a seleta lista de pessoas que contraíram a doença do século XXI.

Não se assuste! O veneno não mata, apenas faz coçar a língua o dia inteiro. Mas isso é resolvido com o exercício do falar (mal) dos outros.

Essa palavra que anda longe de ser mágica é sinônima de intriga e vez e outra, motivo de morte (...) 

É por que estou escrevendo tudo isso acima? Por quê na sociedade está cheio de pessoas contaminadas com tal sentimento aterrorizante. Falar mal da vida alheia virou moda, ou seja, tem que se criar um prêmio universal para a língua mais afiada ou um incentivo fiscal para quem as exterminarem da sociedade. 

É bem verdade que não vivemos sem esse vício herdado de nossos antepassados que hoje faz sucesso - mas, tudo demais prejudica o sistema. E o sistema é a nossa vida... que queremos vê-la sempre em paz e harmoniosa!